segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Novamente...um novo olhar...Avatar!!

O texto abaixo foi por mim  escrito e postado neste blog em 20/01/2010 quando com encanto assisti o filme Avatar do canadense James Cameron. O filme está, novamente, em cartaz. Agora, com acréscimo de cenas. Vale à pena. E válida também fica a referida impressão que tive do mesmo. Segue, então, um Novo olhar...Avatar!!




Desde do lançamento, em dezembro passado, venho observando as enormes filas e a grande procura pela obra cinematográfica mais cara já produzida e a mais revolucionária no tocante aos recursos tecnológicos, ali, bastante explorados. É a arte da projeção de imagens criando um movimento quase real. Simplesmente fantástico!! Não tanto pelo conteúdo em si, mas, sim, pela forma que se propõe como uma nova linguagem de se fazer e de se assistir os filmes neste novo milênio.

Confesso que narrações de histórias de ficção científica nunca foram alvos de minha preferência. Não faziam parte do meu espaço real ou virtual. Entretanto, movida pela curiosidade fui assitir, ontem à noite, o épico Avatar. Se a intenção do cineasta de origem canadense era levar o espectador a sonhar num grande sonho coletivo e, assim, num mundo criado a partir da sua fértil imaginação provocar um turbilhão de sentimentos e sensações que nos levam à reflexão, creio (e o digo por mim), que James Cameron, magistralmente, conseguiu. A sala do cinema estava lotada. Todos com os óculos escuros para captar as imagens em três dimensões (3D).

Cameron é um apaixonado e como não dizer um obcecado por novidades tecnológicas, eletrônicas e de exploração espacial. Trata-se de um geek como dizem na gíria inglesa. Desde novo a sua imaginação já transitava pela criação de outros mundos. Embora, tenha trabalhado em outras áreas, é graduado em Física , tendo iniciado, também, (mas não concluído), seus estudos em Filosofia *. É um curioso por natureza e definição. Imagine o que não faria nas aulas de Cosmologia. 

O vocábulo “cameron” originado do gaulês (língua antiga que deu origem ao francês) conota o ser “nariz torto”. O nariz do famoso diretor não sei se tem esta nota, todavia, com certeza, o seu extraordinário talento e persistente capacidade não possuem tal marca. Logo, não é de se espantar que os filmes por ele dirigidos entre os quais, O Segredo do Abismo, Aliens – O Resgate, O Exterminador do Futuro 1 e 2, O Julgamento Final, True Lies, e, em destaque, sucesso absoluto do inesquecível Titanic, e, agora, o fasciante e já recordista de bilheteria Avatar, tenham com louvor escrito, definitivamente, seu nome na história do cinema mundial.

O sucesso e o êxito sem dúvida são frutos de um grande trabalho de pesquisa, de estudo, de exercício contínuo, talento, paciência e capacidade de acreditar e fazer acontecer. Dispensável dizer que, pelo menos para mim, o conteúdo mesmo fantasioso trouxe várias reflexões em torno da destruição de nosso planeta, da ganância, da falta de respeito, da falta de ética e responsabilidade, enfim, do reinante egoísmo da nossa raça. Deu vontade de não despertar daquele sonho. Pois, ali, em Pandora a vida, a beleza natural e a harmonia entre os seres, os Na'vi e os avatares do bem faziam todo sentido. Será que, um dia, construiremos uma verdadeira Pandora onde todos os seres, realmente, façam parte de uma só alma de amor e fraternidade?! Até quando desrespeitaremos a vida no planeta?! O quê deixaremos para nossos filhos, netos, bisnetos?! E que bisnetos, netos, filhos deixaremos para o universo?! Cada um deve encontrar as suas respostas e/ou apresentar novas indagações que nos remetam, novamente, à grande “Árvore da Vida”.

 Assim, como sabiamente tem proposto o filósofo e economista francês, Serge Latouche no tocante à necessidade do que ele denomina de "descrescimento sustentável".  Enfim, na linguagem Na'vi interpretada a nossa maneira, dizemos: “Obrigada grande irmão James Cameron. O grande guerreiro nos revelou os valores essenciais da vida”! É, você foi a “bolsa cameron” que nos apresentou a nova câmera cinematográfica, abrindo nossos olhos para enxergarmos com um novo olhar o Cameron no espetacular Avatar!! Vamos aguardar, daqui a pouco, o seu novo filme, em outro gênero, que revelará ao mundo a história do falecido Tsutomu Yamaguchi, o sobrevivente de Hiroshima.

*  Depois que assisti o filme descobri quem é Cameron.  O diretor canadense não entende somente da arte cinematográfica. É advogado especialista em leis ambientais, regulação do comércio e direito humanos, é membro da Comissão de Direito Ambiental da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN). Dirige, ainda, a Pesquisa sobre Meio Ambiente Global e Comércio na Universidade de Yale (USA), onde é membro sênior. Ainda, é professor de Direito no College of Europe (Bélgica). Foi diretor da Fundação Internacional para o Direito Ambiental (Field), participou, ativamente, das negociações da Eco-92 (RJ), acompanhando entre outras causas, o Protocolo de Kyoto. Presta, ainda, consultoria para governos, entidades intergovernamentais e Ongs. Logo, bem qualificado e militante na causa ambiental. Parabéns Cameron! Para mim, você "ganhou" o Oscar!!



Um bom dia, boa semana a todos!! : )

22 comentários:

  1. Não vi mas irei faze-lo, pois acreditar nos sonhos é acreditar na vida, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  2. Ei
    Suzy!
    Bom dia!
    Não vi o filme, pois não gosto desse estilo. Portanto fiz um pré julgamento.
    Mas agora, lendo sua resenha, me deu muita vontade de vê-lo.
    Parabéns pelo texto, você me empolgou.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga Susiley!

    Sou cinéfila, mas este não é o meu género favorito, não vi!
    Gostei contudo, de conhecer a forma como viu o filme, talvez por isso ainda o veja.

    Obrigada.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  4. Oi Suzi,
    Eu já assisti avatar. Amei. Até já fiz um post, na semana passada. Se quiseres podes dar uma olhadinha. Gostei muito da tua resenha, também penso assim sobre o filme. É uma excelente metáfora. Bjssssssss
    http://marliborges.blogspot.com/2010/10/avatar-james-cameron.html

    ResponderExcluir
  5. Me ancantei com o filme tambem...
    Se as pessoas entendessem a real mensagem e o sentido que o filme tras...ahhh a vida poderia ser muito diferente

    ResponderExcluir
  6. Eu vi em 3D e sai encantada do cinema.

    ResponderExcluir
  7. Oi Suzi! Ainda não assisti - dá para acreditar? tentei levar as crianças, elas foram reticentes, disseram que não queriam e eu acabei deixando de lado... Agora assisto, certeza!! Um beijo, Deia

    ResponderExcluir
  8. Eu não vi esse filme, obrigada pela dica.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Deia. A mensagem do filme vale à pena. Vejam sim. Um grande beijo para você, boa noite :)

    ResponderExcluir
  10. Eu também, Mariana. Muito lindo mesmo. Grande beijo, boa noite :)

    ResponderExcluir
  11. Tem razão, Sol querida. A vida seria muito melhor. Harmonia com a natureza e com a gente mesmo. Grande beijo, boa noite :)

    ResponderExcluir
  12. Bem, esse ano esse foi o melhor filme que assisti. Ele traz uma reflexão magnifica sobre o ambiente, sobre o amor, sobre a ligação entre o ser e a natureza, e na magia que ultrapassa a ciência, a crença e a fé.

    belíssimo.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Marli querida:
    Também amei o filme. Uma bela metáfora mesmo. Pode deixar que vou dar uma passada pelo seu blog e ver a sua postagem. Uma boa semana, beijos :)

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ná:
    Também não me atraia tal gênero, mas mesmo assim fiquei curiosa. Depois que assisti, me rendi à beleza e à criatividade de Cameron. Aliás, a mensagem de amor e respeito à natureza é encantadora. Assista sim, vai gostar. Um grande beijo, boa noite :)

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gilmara:
    Assista sim, você vai gostar. Um grande beijo no seu coração, boa noite, boa semana amiga querida :)

    ResponderExcluir
  16. E precisamos mesmo sempre acreditar na vida, Lisette. Um grande beijo, boa semana :)

    ResponderExcluir
  17. Oi, Márcia Albuq querida:
    É belíssimo mesmo o filme. Encantador. Para mim também foi magnífico. Sobretudo pela mensagem, pela lição de amor e respeito aos seres, à natureza. Boa semana para você amiga, beijos :)

    ResponderExcluir
  18. Ola minha querida , eu gostei muito deste filme e não entendo pq ele não ganhou todos os Oscar que lhe era de direito , o outro filme da sua ex esposa não tinha nada de mais
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Hello my friend, Your site is great, good job you do.

    I also created many blogs but not good like yours,So please


    could you exchange link with me?

    Here are my blogs. you could choose to exchange ,

    http://khmernewstoday.blogspot.com/

    http://www.khmergay.net/

    ResponderExcluir
  20. É verdade Lidia, o outro filme da ex-esposa dele, não tinha nada de mais mesmo. Também penso que ele é que merecia ter ganhado o Oscar, em várias categorias. Mas os norte-americanos, poluidores ambientais de alto escalão, jamais poderiam deixar que vencesse um filme que é uma crítica também ao modo como vivem, exploram e poluem o planeta. Bom dia, amiga, beijos :)

    ResponderExcluir
  21. Oi, Khmer girl:
    Agradeço a sua visita e, aqui, será sempre bem-vinda. O nosso blog é um espaço de partilha da arte da escrita, de acontecimentos, de bons sentimentos. Pode vir e participar, com seus comentários, sempre que quiser. Não sou expert em inglês. Mas, depois vou visitar os seus blogs, ok?! Uma ótima semana, bom dia :)

    ResponderExcluir

Partilhe conosco o seu pensar e o seu sentir!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...