segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A noite de Orfeu...


Nas asas do dia

a luz se apagou

a vida serenou

Com o manto da noite

Entre sonhos e estrelas

Orfeu, finalmente, chegou!


Uma boa noite a todos! : )

domingo, 27 de fevereiro de 2011

O céu não será o limite...

Caricatura feita por Gilmar Fraga "O Escritor e o Centauro no Jardim"


Confiança no Pai... “Pai e filho, filho e pai” foi um dos primeiros livros de contos que li. Ainda nem morava por estas bandas de cá. Mas, de lá. De muito longe. Mas, na literatura, no mundo das letras, o longe se desfaz com o transpor das muitas pontes que nos levam até o universo encantado da escrita. Médico de formação. Escritor por vocação. Só podia ser vocação mesmo. Pois suas obras são inúmeras. Nos mais diversos gêneros.  Confesso que dele só li um pouquinho. Professo o mea culpa.  Sua imaginação, infinita. Sua produção, prodigiosa. Marcado para encantar. Mãos diligentes. Mente em permanente ebulição. O escritor é assim. Peleia e luta. Conheci a sua história na trajetória dos seus escritos. Na bela obra “A guerra no Bom Fim”.  Bom Fim o bairro judeu da capital dos pampas. Especialista em saúde pública sabia como ninguém a receita saudável do bem escrever.  Escrevia nos jornais, nas revistas, escrevia, escrevia, escrevia. E pertencia não somente ao Rio Grande do Sul mas ao Brasil. De Norte a Sul. De leste a oeste. Afinal, a literatura é assim. Encurta as distâncias. Revela o sentido universal do nosso ser. Por isso, ele também trilhou outros caminhos, outras estórias com o cenário de fundo de outras partes do Brasil como “A majestade do Xingu”. Há pouco li a notícia do seu falecimento.  Na liturgia do dia a mensagem da face materna e paterna de Deus Pai.  Não podemos servir a dois senhores (a Deus e ao dinheiro).  Não nos angustiemos com o dia de amanhã. Não nos preocupemos excessivamente com o que nos vai acontecer. Sejamos inteiros. Sejamos firmes e verdadeiros.  Coloquemos a nossa esperança no que é perene. Não no transitório. Assim como nos fez refletir o escritor em “Os vendilhões do Templo”.  Moacyr Jaime Scliar. Porto-alegrense. De descendência judaica.  Aqui, nasceu e aqui, hoje, faleceu. Todavia, fica para nós e para os que virão, a sua vasta produção literária.  A sua contribuição.  Nada foi em vão. Não importam os juízos humanos. Mas a fidelidade ao projeto divino reservado a cada um. E ao escritor gaúcho, Deus reservou o dom de encantar pelos seus escritos e o dom de transformar o mundo ao seu redor por suas palavras.  Olhai os lírios dos campos e os pássaros do céu. Nem mesmo Salomão em toda a sua glória vestiu-se magnificamente. Então, se o Pai ama e cuida dos lírios, dos pássaros, o que não fará por um filho seu. Assim, em oração, fica, aqui, a nossa sincera e pequena homenagem ao escritor Moacyr Scliar.  O céu não será o limite... Amém!!

Um bom domingo a todos : )

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Papo lunático...


Segundo os entendidos nos astros, a lua cheia desses dias, é um período em que os ânimos e os humores das pessoas ficam bastante alterados. Certos ou errados, não sei. Mas, depois que ouvi o dito por uma colega de trabalho, passei a observar com certa curiosidade o transcorrer de tais dias.
Lua cheia, plena. Redondinha e branquinha. Satélite natural da Terra. Influencia as marés. Regula os melhores períodos para o cultivo das plantações. Estudada pelos físicos, pelos astrônomos. Presente nas pesquisas também dos astrólogos.
Luna, lua. Inspiração dos poetas. Dos apaixonados. Fica lá de longe iluminando a noite sem fim. Brilho tênue. Prateado. Papo de lunático. De lua cheia só ouvimos as estórias de certo homem que viraria lobo em dias assim. Lobisomem. E a imaginação infantil viaja de carona nos mistérios lunares. Que friozinho na barriga dava quando criança...hehe!! Baita medo!
Sem o extremo de existir uma fera, deve haver uma razão, um porquê. Um motivo para as pessoas relacionarem a lua com certos acontecimentos na vida. Alguns fenômenos já comprovados pela ciência da astronomia. Outros, ainda duvidosos em busca de confirmação. Fato é que bela e exuberante, lá, no firmamento, a lua está.
E cheia, então, fica tão linda. Parece estar grávida. Plena e completa. Tema de canção. Coincidência ou não, a semana iniciou tumultuada no trabalho. Conflitos à vista.  Cabeças na lua. Luna. Observá-la, aqui, de baixo. No silêncio do pensamento. Na magia da inspiração. Não somos astrônomos nem astrólogos. Muito menos físicos ou geólogos. Cientistas do saber.  Nem poetas ou escritores. Hoje, apenas, contemplativos. Observadores do seu ser!
A semana está corrida. A lida está puxada. Mas não me canso de agradecer a todos que por aqui passam. Obrigada! Se desapareço um pouquinho, perdoem-me. É o dever que me chama e me instiga. Às vezes, ele (o dever, leia-se, trabalho) até parece um carrasco...hehe!! Todavia, dos amigos não me esqueço e logo que posso visito os blogs. Antes mesmo da passagem, da mudança da lua cheia...tenho dito...hehe!!
De coração, desejo a todos uma boa e repousante noite!! : )

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Na terra santa do coração...

Imagem da Internet

Hoje, sem inspiração, mas em oração, tento refletir sobre a mensagem do  ser cristão. Não é fácil, não. Paciência, bondade, compreensão, tolerância, respeito, perdão. Eis, aí, a questão.  A arte do bem conviver. Suportar desaforos, intrigas, maldades, incompreensões. Agredir com palavras, com gestos, com atitudes ou omissões. São, em verdade,  provas de fogo.  Fogo que queima, que arde,  mas que transforma também. Pois é nas provações que nos defrontamos com o sagrado que em nós habita. Somos templos vivos do amor e da misericórdia divina. A nossa sina. A nova lei.  Tesouro dos céus. Pagar com o bem o mal recebido. Amar os inimigos.  Fazer o  bem sem olhar a quem.  Coração sereno, magnânimo. À busca de perfeição. Burilar o espírito na jornada existencial de cada dia. Façamo-nos à imagem e à semelhança Daquele que nos criou. A sabedoria almejada é a que do alto vem. Graciosa e libertadora. Somos de Cristo. Somos de Deus. Discípulos no mundo. Marcados com o sinal da fé. Homens, mulheres, crianças e jovens. Nascidos para a santidade, nosso fim.  Santidade que nos interpela a dar a outra face. A entregar até mesmo o manto. A enfrentar com serenidade a soberba humana. Santidade que significa estar fora da terra. Fora do que o mundo considera sábio e normal. Afinal, o mais sábio entendimento humano é mesmo uma insensatez aos olhos da criação. A terra que nos habita é aquela que está lá no coração. E de lá não podemos sair nem fugir. Terra divina que nos santifica e lança raízes de paz e de bem.  Então, na terra do coração, joguemos as sementes do amor e do perdão!
Bom domingo, boa tarde, boa noite a todos! : )



http://www.youtube.com/watch?v=g8CEQtb2T4c&feature=related

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Selinho de qualidade...


O selinho acima recebi da querida Ieda do belíssimo blog Esplendor da criação  Um espaço de paz e de luz que vale à pena conhecer.

Como sempre há algumas regrinhas a seguir: responder 8 perguntas e indicar tal selo para 15 pessoas.

Nome: Suziley

Música: Jeito de Mato de Paula Fernandes

Humor: hoje, estável

Cor: Violeta

Estação: Outono

Como prefere viajar: Viajando

Uma frase dita por você: Amanhã é outro dia

O que achou do selo: Motivador

Quanto à indicação, assim como em outros selos que já recebi, tomo a liberdade de quebrar a segunda regra e deixo o selinho para quem quiser levá-lo e postá-lo em seu blog.

Agradeço a atenção e o seu carinho Ieda!! Beijos : )

Boa noite! : )

Hoje...


Termina o horário de verão...uma boa noite! : )

Apenas poeira...



Um bom final de semana! : )

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Sentimento do mundo...


Sentimento do mundo. O que cala mais fundo. Na paz de quem busca em meio à luta alcançar a vitória. Desespero e choro. Vidas marcadas. Pessoas que chegam. Pessoas que vão embora.  Cada um, uma história. Sorriso no rosto. Recordações na memória. Riso contagiante. A cada minuto, segundo, instante. Bate profundo. O sentimento do mundo. Não se preocupe. Não se aborreça. Pois a vida é movimento. Um eterno vir a ser. O ontem já foi. Hoje não deu. Amanhã, talvez. Quem briga está vivo. E vivendo há de vencer. Gira mundo. Passa o tempo. Entardece. E a noite já vem. Pulsa no peito. Sentimento do mundo. Que Deus abençoe você!
Boa noite! : )



http://www.youtube.com/watch?v=m6irnqKCDUM&feature=fvwrel

domingo, 13 de fevereiro de 2011

A decisão é sua...


A escolha é sua. E a decisão também. Que aventura maravilhosa e complexa é o ser humano. Ontem, ao saber que um velho e querido amigo, sábio professor, havia se submetido a uma cirurgia, decidi lhe telefonar. Trata-se de um filósofo, escritor e tradutor.  Luiz Feracine.  83 anos.  Sacerdote jubilado. Aposentado mas na ativa. Em plena atividade nas suas traduções, nos seus textos e estudos constantes. Mente e corpo sãos. Uma verdadeira alegria saber que ele está bem.
Ao ouvir, hoje, as leituras dominicais, lembrei-me, novamente daquele filósofo. Ou melhor, veio-me à lembrança um pequeno livro que ele traduziu. Um verdadeiro tesouro intitulado “A dignidade do homem”. Da autoria de Giovanni Pico. Conde de Mirândola e príncipe de Concórdia da Itália renascentista. Pico ficou célebre pela universalidade do precoce saber, sendo por isso denominado “a fênix dos gênios”.
O renascentista italiano buscava a verdadeira sabedoria. Maravilhava-se com a capacidade infinita do ser humano tornar-se o que bem lhe aprouvesse. Senhor e artífice do próprio destino, da própria história.  A liberdade de autodeterminar-se. Mesmo sendo um livre pensador, Pico, não descurou sua visão acerca da transcendência. Via na natureza humana, sobretudo no dom da liberdade concedida,  a manifestação da graça divina. Qual obra do Criador inacabada. Em aberto.
Eis, aí, as suas sábias palavras: “(...) Deus coloca o homem no centro do universo sem lhe conferir ou reservar um lugar definido, sem lhe dar um aspecto peculiar, nem lhe atribuir algum ofício privativo. Infunde, porém, nele, as potencialidades mais diversas possíveis para que, pelo exercício da própria determinação, opte pelo feitio de personalidade que lhe apraz possuir e assuma o desempenho da missão existencial que melhor se adapte às suas virtuosidades. É assim que o homem se torna artífice de seu ser e se faz protagonista da própria história. Terá o porte físico, moral, intelectual, profissional de acordo com a escolha determinada pelo poder de sua vontade livre e soberana. Aí está a razão última de sua grandeza como também aí está o risco desta particularíssima dimensão antropológica porque, tal como ele se fizer no tempo, se prolongará pela eternidade a fora (...)”. (o. c., págs. 33 e 34).

A escolha é de cada um. Somos livres. Por isso,  responsáveis. Todavia, a sabedoria que buscamos não está na letra fria da lei. Não se encontra nas páginas dos livros ou nos bancos das escolas. Não está no conhecimento meramente técnico do mundo e das coisas. Não advém do saber que oprime e que destrói. Não se encontra nos poderes constituídos. Na ordem vigente. Afinal, não basta apenas saber que não se deve matar. É preciso, de fato, proteger a vida em todas as suas dimensões. É a sabedoria que vem do alto. Que nos é oferecida como dom do próprio Espírito Santo que nos habita. Sabedoria que encarna e que impregna o nosso agir. Sabedoria escondida. Misteriosa. Que se revela não aos grandes, mas aos pequenos. Aos mansos e humildes de coração. Assim disse o mais sábio dos sábios, Jesus.
O título original do texto de Pico della Mirandola denomina-se “Oração Elegantíssima”. E vem bem a calhar. Construir a própria natureza é um ato de ação de graças, uma verdadeira oração.  Então, que o Espírito Santo encha o nosso ser para sermos também nós luzes, velas que iluminam o nosso existir.  
Obrigada, Feracine, pela partilha do seu saber. Saber à serviço da vida! Ficam, ecoam em nossas mentes, em nossos corações, as suas palavras: “O maior mérito, portanto, desta conceituação de liberdade reside nos aspectos de abertura e risco. Independente de qualquer fator externo, a liberdade dispõe do poder de eleger para o homem seu modo de ser. Ninguém. Nem coisa alguma, faz por si só o homem bom ou mau. A decisão passa pelo filtro deste poder intrínseco de escolha situado no foro íntimo da consciência individual, que contém e, ao mesmo tempo, é uma instância Absoluta de autonomia soberana”.
A decisão é sua!!
Um ótimo domingo! : )

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Entre cebolas e pimentões...

Imagem da Internet

A cozinha é mesmo um lugar sagrado. Sagrado pois, ali, preparamos o alimento que nos nutrirá e nos sustentará. Nela despertamos os nossos sentidos do olfato, da visão, do paladar e também da audição.  Cebolas, pimentões, alho, azeite, peixe, tomates, salsa, verduras. É uma verdadeira festa dos sentidos que nos remete à transcendência.  Imanência que nos instiga e nos faz transpor o aqui e agora para pensarmos no Criador. Afinal, quem é que fez uma cebola tão perfeita nas suas linhas e textura. O verde, amarelo, vermelho dos pimentões. Parecem pintados à mão pelas mãos de um grande artista. Perfeita criação. E nessas elucubrações filosóficas vamos colocando em prática o cozinhar um ensopado de filé de merluza, com um arroz soltinho e uma salada de folhas verdes. Ah, primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto, sexto e no sétimo dia, Deus viu que tudo era bom. No ponto. Nem tanto ao céu nem tanto à terra. Com o jantar feito e perfumado descobrimos que o paraíso é, aqui, na nossa cozinha...hehe!!
Então...

Boa noite : )

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Sal da terra, luz do mundo...



“Vós sois o sal da terra e a luz do mundo”!! O sal que conserva, que dá sabor e que puro é. Partilhe o seu saber, o sabor do sal. Que faz a vida ser mais alegre, mais colorida. Assim como disse Jesus. O sal que dá gosto. Que transforma o insosso em gostoso. Na justa medida. Nem mais nem menos. Os ensinamentos do Nazareno são os ingredientes que dão consistência ao nosso existir. Sim. É assim. Sejamos também a luz, diz Jesus. Luz que ilumina a escuridão, que espanta as trevas. Que enriquece o coração!
Um bom domingo a todos!! : )

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Conhecer para amar e respeitar...

Imagem Internet

Já diz o ditado: “Só amamos aquilo que conhecemos”!! A experiência da vida esta aí para comprovar. Quando aprendemos a conhecer uma pessoa, suas limitações, seus defeitos, suas reais intenções, enfim, quando aprendemos a sentir o seu coração e a aceitamos, então, aí, podemos perceber que a amamos.  E isso demanda tempo e paciência. É um contínuo exercício de desprendimento. Mas vale à pena!
Aliás, já dizia o poeta português: “Tudo vale à pena se a alma não é pequena”!! Conhecimento, amor, responsabilidade perante si, perante os outros, perante o universo é o que encontramos no kit que recebemos no ano passado do amigo Cleisson. Seu blog foi um dos primeiros que passei a seguir. E o faço com muita alegria. Quem quiser conhecê-lo é só clicar Planeta do Bem Ali, para quem ama a natureza, há muita informação importante. Planeta do bem é esse planeta que, de fato, queremos construir.
Construir, reconstruir. São as idéias transformadas em ação. O kit (livro, CD) que recebi é feito e ofertado pela Fundação Bunge. E trata do projeto “Conhecer para sustentar – um novo olhar sobre o Vale do Itajaí”! Sabemos que no ano de 2008, o Vale do Itajaí, em Santa Catarina, viveu uma das maiores tragédias de sua história. Todavia, a proposta, aqui, não é falar de morte, mas, sim, de vida. Vida, com uma visão sustentável de recuperação daquele belo vale.  Reconstrução baseada na história natural daquele local, sua colonização, alicerçada no diálogo construtivo do conhecimento empírico dos moradores daquela região juntamente com o saber científico dos especialistas nos assuntos em pauta. Enfim, um exemplo, guardadas as devidas diferenças, para as outras regiões do Brasil e do mundo também tão castigadas pelas intempéries e tragédias.  E para saber mais clique Conhecer para sustentar
“Aquilo, ali, ôô...é um pouquinho do Brasil aiá, aiá. Desse Brasil que canta e é feliz, feliz. É também o sopro de uma raça que não tem medo de fumaça, não. E não se entrega não”!!
Cleisson, agradeço de coração!! Parabéns pelo seu blog, pelo seu trabalho tão útil e necessário nos dias atuais. E vamos contruir e reconstruir sempre os nossos corações em busca de um mundo mais harmonioso, um verdadeiro Planeta do Bem!!!




Um bom sábado a todos e um ótimo final de semana!! : )

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Navegantes: feriado e descanso...

Imagem da Internet

Segundo pesquisa divulgada, ontem, pela MetSul Meteorologia,  o mês de janeiro de 2011, foi o mais quente dos últimos cem anos em Porto Alegre.  “Báh” vai fazer calor assim lá no deserto do Saara...hehe!!
Mas, calor, à parte, o que foi amenizado um pouco por causa da chuva de ontem também, iniciamos fevereiro de volta ao trabalho na Central de Atendimento ao Eleitor.  Revisões, transferências, alistamentos, certidões de quitação e outras mais fazem parte da rotina. E, por enquanto, tudo tranquilo e na mais perfeita ordem. Rever os colegas e amigos é sempre gratificante. Assim como também é sempre uma alegria atender os eleitores que, ali, chegam. Movimento de vida e de muitas histórias.  Que num outro momento iremos partilhando neste nosso cantinho.
Hoje, por aqui, é feriado. 136ª festa em comemoração à Nossa Senhora dos Navegantes. Denominada, popularmente, como a padroeira da cidade de Porto Alegre. Todavia, segundo a história do nascimento desta capital, o edital de 18/01/1773, atribuiu tal título de padroeira à Nossa Senhora Mãe Deus. Como tudo por, aqui, fica no ar a eterna discussão...hehe!! Entrentanto, o que importa é que Nossa Senhora é uma só, dos Navegantes, Mãe de Deus e tantos nomes mais.
Segundo o ditado “a voz do povo é a voz de Deus”, ficou o costume da procissão por terra e pelas àguas de Nossa Senhora dos Navegantes. Padroeira da capital dos pampas. Costume de comemoração e de festa trazida para cá pelos casais açorianos.  No ano passado, participei da procissão por terra. É, sem dúvida, um evento bastante emocionante. Manifestação da fé dos devotos. Agradecimentos, graças alcançadas, jovens, crianças, idosos. Além da grande festa popular que acontece. A festa da melancia. Enfim, festa e devoção que pertence ao patrimônio cultural destes pagos.
Festa, homenagem, à parte, um feriado no meio da semana também é muito bem-vindo...hehe!! Já disse alguém que a semana deveria ser assim: dois dias trabalhados, um feriado no meio e dois dias restantes.  Ê “bicho preguiça”, heim?!! Hehe! Mas é inegável que um feriado no meio da semana proporciona momentos de ócio criativo. Uma pequena parada.
E por falar em parada, já que terminamos o almoço, vou seguir o exemplo dos habitantes centenários da Ilha da Sardenha na Itália. Como já escreveram a respeito: a ilha dos anciãos. Lá se vive muito e bem. Vida simples e saudável. Assim como no campo, na simplicidade dos nossos camponeses. Pois sabem repousar e desacelerar.
Salve Nossa Senhora dos Navegantes, de tantos nomes mais, Mãe de Deus e nossa mãe!!
Uma boa tarde a todos e até mais!! : )

Imagem da Internet



Outros selinhos....

Também recebi outros selinhos de uma mais nova amiga, a Ivete, do belíssimo blog http://aprendacomanet.blogspot.com/

Ivete, desde já, agradeço de coração!! Seu blog é excelente, parabéns!! Quem quiser visitá-lo, irá gostar.

Não sei se há regras para os selinhos. Tomo a liberdade, então, de apenas deixar os selinhos para quem quiser levá-los e postá-los nos seus blogs.



























Obrigada, mais uma vez, Ivete! Um lindo dia para todos! : )

Hoje, por aqui, é feriado, dia de Nossa Senhora dos Navegantes, popularmente, a padroeira de Porto Alegre!

Beijos! : )

Selinhos....

Ontem, retornei ao trabalho. Férias finitas!! Estive ausente daqui e dos blogs que visito mas, agora, já estou de volta. Aviso aos navegantes: problemas técnicos resolvidos.

Recebi lindos selinhos da amiga querida Sol do belo blog Caminhos e descaminhos Vale à pena visitar o seu blog. Então, quem quiser, passe por lá.

Não há nenhuma regra a ser seguida. Quem quiser levar os selinhos fique à vontade.

Eí-los, então:











 Não sei se ficou faltando alguns, Sol. Posso tê-los perdidos nessa "arrumação" do computador. Mas, novamente, agradeço o seu carinho.

Um lindo dia a todos!! Beijos : )
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...